domingo, 5 de março de 2017

Síndrome de Lutero - Cap. 1 "Templos: Um projeto de Deus"


A primeira coisa que o homem tem que entender, é que Deus não precisa que adaptemos, modernizemos, ou aperfeiçoemos a sua mensagem, que é a sua Palavra, revelação para nós. Pois a sua Palavra e viva e eficaz e mais penetrante que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intensões do coração. (Hb.4:12). Esta Palavra está selada e há maldição para os que a adulteram. toda via o homem, faz-se alheio a estas verdades e ousa através dos séculos, torcer a mensagem, desviar seu objetivo, e confundir as pessoas simples que buscam conhecer a Deus.

O homem é por natureza cobiçoso, vaidoso e ambicioso, estas foram sem dúvidas, as principais causas de nossa queda no Éden. Mas não serviu de exemplo para a maioria da humanidade, que despreza os fatos e ignora a verdade.

No princípio, depois do Êxodo, depois de ter entregue à Moisés sua lei, no Monte Sinai, ali mesmo, Deus ordena a construção de um tabernáculo e instrui Moisés sobre o seu modelo . Deus propôs em seu coração, que lhe fosse construído um tabernáculo, para que nele, recebesse o culto dos homens. Assim foi feito, tudo conforme a vontade e as instruções de Deus; não havia como dar errado, o povo ofertou voluntariamente ouro, prata e bronze, artífices e artesões, todos os homens que tinham habilidades e os que as receberam de Deus com esta  propósito, apresentaram-se para o trabalho e o tabernáculo foi construído e o culto foi estabelecido; tudo conforme a vontade de Deus. Deus não só deu à Moisés o modelo do tabernáculo, como instituiu o sacerdócio, organizou o culto e entregou a Moisés seus projetos e sua lei. "Êxodo capítulos de 25 a 31".

Assim, foi então construído para Deus, o primeiro 'templo', o tabernáculo sagrado, projeto de Deus entregue a Moisés. Nem Moisés e nenhum outro homem naquele momento, jamais concebera, antes do encontro com Deus no Monte Sinai, construir um tabernáculo para nele cultuar à Deus. O templo é um projeto de Deus, é uma verdade eterna, é figura terrena ordenada por Deus, do que foi por Ele erguido e fundado no céu. Assim, se no céu há um tabernáculo eterno cujo primeiro tabernáculo da terra, foi construído segundo sua imagem e semelhança (Atenta, pois, que o faças conforme ao seu modelo, que te foi mostrado no monte - Êxodo 25:40) Compare com: ("Ministro do santuário, e do verdadeiro tabernáculo, o qual o Senhor fundou, e não o homem" - Hebreus 8:2;) e com: ("Mas, vindo Cristo, o Sumo Sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação" - Hebreus 9:11).

Ora, como se vê, tabernáculo é templo sagrado, consagrado ao seu próprio criador que é Deus, por Ele erguido no céu, ordenando aos homens que o replicassem na terra, para aqui se prestar o seu culto que lhe é de direito e dever de todos os que creem. 

Hoje os templos são construídos e/ou 'montados' com apenas um altar, não há mais o véu que divide o lugar santo do lugar santíssimo, isto porquê, Cristo sessou o sacrifício e rasgou este véu; e agora temos livre acesso ao trono de Deus. O "Santo dos Santos" hoje, é o coração do verdadeiro adorador, cujo culto racional ele presta em um templo ou igreja, que não deixou de ser Projeto de Deus. O próprio Jesus, eterniza a igreja, e isso fora também profetizado por Isaías: "A minha casa será chamada "Casa de Oração para todos os povos" (Is. 56:7)